24 de jun de 2018

LEITURA BOA

A Sutil Diferença Entre Perseverança e Teimosia
Prof. Carlos Alberto Maroueli - 

Uma das características mais marcantes dos empreendedores de sucesso é a perseverança.  Entretanto, há os que confundem essa qualidade com um grave defeito: a teimosia. 

Perseverança revela firmeza de propósitos, já a teimosia é indício de um caráter arrogante e prepotente. 

Um exemplo bem ilustrativo disso é uma história que nos foi enviada por e-mail e que relata um incidente ocorrido em outubro de 1995, próximo ao litoral de Newfoundland.  A História contém um diálogo supostamente verídico, travado entre um navio da Marinha Norte-Americana e as autoridades costeiras do Canadá. 

Os americanos começaram na maciota: 

"Favor alterar seu curso 15 graus para norte a fim de evitar colisão com nossa embarcação" 

Os canadenses responderam de pronto: 

"Recomendo mudar o SEU curso 15 graus para sul". 

Ao ouvir a resposta do canadense, o americano ficou mordido: 

"Aqui é o capitão de um navio da Marinha Americana. Repito, mude o SEU curso". 

Mas o canadense insistiu: 

"Não. Mude você o curso atual". 

O negócio começou a ficar feio e o capitão americano berrou ao microfone: 

"Aqui é o porta-aviões USS Lincoln, o segundo maior navio da frota americana no Atlântico. Estamos acompanhados de três destroyers, três fragatas e numerosos navios de suporte. Eu exijo que vocês mudem seu curso 15 graus para norte, ou então tomaremos contramedidas para garantir a segurança do nosso navio". 

O canadense calmamente respondeu: 

"Aqui é um farol. Câmbio". 

Às vezes, a nossa arrogância nos faz cegos... Quantas vezes criticamos a ação dos outros? Quantas vezes exigimos mudanças de comportamento nas pessoas que nos rodeiam quando, na verdade, nós é que deveríamos mudar nosso rumo? 

Ninguém duvidará se dissermos que no meio empresarial existem inúmeros gestores que se comportam exatamente como o capitão do porta-aviões americano. Sua prepotência costuma conduzir as empresas em direção ao desastre e, mesmo assim, continuam insistindo em ações e exigências descabidas. 

As marés do mercado mudam muito rapidamente, e atitudes inflexíveis podem lançar empresas de encontro aos rochedos econômicos que as levam a pique. 

Antes de insistir em um ponto de vista, é melhor analisar toda a situação com mais cautela. Muitas vezes você se surpreenderá ao conhecer o outro lado da questão. E isso poderá evitar seu próprio naufrágio. 

Outra atitude bastante desejável é ouvir e analisar outras opiniões, inclusive aquelas vindas dos subordinados, mesmo que sejam completamente divergentes das suas. 

Crie, incentive e valorize este canal de diálogo. Ele lhe será muito útil. 

Lembre-se que conquistar o respeito e persuadir é muito diferente de exigir obediência, o que, na maioria dos casos, é uma atitude altamente arriscada. 

Defender um ponto de vista e ser perseverante é louvável, mas isso não implica necessariamente em ser inflexível e teimoso. 

Como disse William Shakespeare "Ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa o quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados". 

Assim, antes de exigir que alguém mude o rumo, verifique se não é você quem está indo direto rumo ao desastre. 

Pense nisso!

Carlos Alberto Maroueli é Consultor empresarial, Palestrante e Professor de Empreendedorismo, Logística e Gestão Ambiental na UNIFEV – Centro Universitário de Votuporanga-SP. 
Contato: 


18 de ago de 2017

ALGOZ

Que vergonha ver que me tornei a pessoa que antes era meu algoz!

Coração Escrevendo

17 de out de 2016

+ UM OUTUBRO TRISTE

Hoje minha mãe estaria completando 75 anos. Permanece em meu coração um enorme vazio. Procuro lembrar dos momentos alegres para evitar chorar, mas é quase impossível. As pessoas me dizem que um dia passará essa tristeza. Será? Mãe deveria ser eterna. Coisa melhor não há.

5 de out de 2016

QUANDO PENSAR EM DESISTIR, LEIA ISTO.


Quando você pensar em desistir, olhe para o lado que realmente importa, o lado de dentro, e então se pergunte qual é a sua razão maior, o seu porquê, o motivo que te fará mais forte e mais capaz do que qualquer porém. Do que qualquer pesar. E vai.
Quando você pensar em desistir por causa deles, olhe para eles, e se pergunte quando foi que você deixou de ser importante para si mesmo, quando foi que a imagem refletida do outro lado do espelho deixou de ser a sua, quando foi que opiniões, críticas e julgamentos de quem nunca realmente parou para te olhar de verdade invadiram a sua vida e domaram as suas escolhas dessa maneira. E então deixe ir o peso do outro. Foque no que te fortalece. Mire no que te faz leve. E vai.

Quando você pensar em desistir por causa das circunstâncias, se pergunte qual é o propósito de tudo, da onde vem o aprendizado, o grande legado, o motivo que te fará agradecer mesmo quando a tristeza vier. E então se concentre no lado bom de todas as coisas, na sabedoria do universo, na certeza de que amanhã é sempre outro dia e que não há sofrimento ou dificuldade que dure para sempre. E vai.

Quando você pensar em desistir por causa de si mesmo, se pergunte quem é você e qual é a sua missão nesse mundo. E então avalie se o desistir tem a ver com ser forte, sábio e consciente (porque às vezes desistir exige mesmo uma coragem imensa) ou se é só uma maneira covarde de fugir da batalha antes mesmo da luta. E se for por falta de tentativa, e se for por medos e receios de não ser capaz, encontre dentro de si mesmo a força que te move a levantar da cama todos os dias. E vai.

Quando você pensar em desistir por causa do tempo, se pergunte o que realmente importa na vida: a direção ou a velocidade. E então comece a olhar para todas as coisas com a curiosidade e a aventura da criança e a sabedoria e a experiência do idoso. Do tempo passado, pegue o que te faz melhor, inspire-se no que te faz sorrir, orgulhe-se das cicatrizes, colecione histórias, mas siga em frente. Do presente nasce o recomeço. E o tempo nos ensina que nunca é tarde demais. Agarre-se na infinidade do agora, seja presente de corpo, alma e coração. Faça sempre o seu melhor. Seja sempre o seu melhor. Não dê demasiada importância a um futuro que você nem sabe se vai chegar. Vista o seu melhor sorriso, confie na força da sua intuição. Arregace as mangas. Tire o sapato. Deixe o vento bater no rosto. Deixe despentear. E vai.

Quando você pensar em desistir, quando o barco virar e o mar estiver revolto demais, quando a única alternativa que restar de tudo isso for lutar ou morrer, agarre-se na sua fé, acredite no seu milagre, pule nas águas. E nade.

Quando você pensar em desistir, justamente porque não sabe nadar, olhe para o mundo com gana de herói, com olhos de quem desafia o impossível e faz valer à pena cada segundo da vida. E pula na água. Pula na água.

Quando a gente não sabe o que fazer, a gente aprende.

O Segredo • 1 de março de 2015

14 de dez de 2015

MALDADE

A maldade existe em cada um de nós. Uns a assumem e mandam ver. Outros assumem, mas deixam lá quieta. Outros nem fazem ideia da existência dela, mas está lá. - Coração Escrevendo

21 de jun de 2014

ENTREVISTA DE EMPREGO

Fui fazer uma entrevista de emprego semana passada e uma pergunta me fez 'empacar' diante da psicóloga: - O que te tira do sério?, perguntou ela. Sei o que me tira do sério, mas na hora não consegui responder. Acho que passou tantas situações na minha cabeça de uma só vez que a única coisa que consegui responder foi: - Dependendo da ocasião, calamos ou não. Não sei se foi uma resposta inteligente, mas foi o que veio na hora. Quando cheguei em casa, essa pergunta ainda 'martelava' na minha cabeça. Pensei, pensei, pensei e deduzi que, entre outras, as principais são: maldade gratuita e proposital, deslealdade e desonestidade. Essas são as que, como falei antes, calo ou não dependo da ocasião. Segundo o dicionário maldade significa tendência a praticar o mal, ação ruim, crueldade. Agora pense numa pessoa que faz isso gratuitamente e propositalmente contra você. Deslealdade significa falta de lealdade, traição, falta de caráter, infidelidade. Imaginou alguém assim? Desonestidade significa quase a mesma coisa, mas que indica a falta de dignidade e honradez. Defeitos, todos nós temos, mas gratuito e propositalmente, você escolhe ter ou não. Não estou aqui apontando o dedo pra 'fulano' ou 'ciclano', apenas comentando sobre uma situação que aconteceu comigo. Sacou? ;)